6 pilares do bem-estar emocional
18/08/2015
Foco no resultado ou na maestria?
18/08/2015
Exibir tudo

A teoria de Freud indica que para a condição de falta, há um impulso associado, na direção de satisfazer essa falta e reestabelecer o estado de equilíbrio. O psicólogo Abraham Maslow, indica uma hierarquia das necessidades em uma pirâmide, das mais elementares, chamadas de fisiológicas, até as a mais elevas, ligas à autorealização.

É fácil sabermos identificar e atender uma necessidade básica, como por exemplo, a fome. Quando sentimos fome, nos alimentamos e, assim, reestabelecemos o equilíbrio. O que ocorre é que, nem sempre, é fácil identificarmos nossas necessidades psicológicas ou de autorealização. Daí é que entra o importante papel da avaliação das necessidades psicológicas. A avaliação dessas necessidades é feita por um psicólogo via aplicação de um ou mais instrumentos de avaliação.

Definidas essas necessidades, pode-se traçar um plano para atendê-las via processo de psicoterapia ou de coaching. Na medida em que as necessidades psicológicas são atendidas com base na construção de hábitos, as pessoas vão se aproximando do estado de flow, ou fluxo.

O conceito de flow foi cunhado pelo psicólogo Mihaly Csikszentmihalyi, e pode ser definido como um estado mental em que a pessoa está totalmente imersa no que está fazendo, caracterizado por um sentimento de total envolvimento e sucesso no processo da atividade. Isto significa que a pessoa está alinhada com suas necessidades psicológicas e se realiza no mundo, gerando o sentimento de autorealização e competência, que usualmente é também reconhecido pelos outros. O flow, então, gera uma espiral virtuosa de conexão da pessoa com ela mesma e com o mundo, via senso de capacidade, integração e sentido de ser. Nesse caminho, a pessoa percebe que a vida vale a pena ser vivida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Assine nossa Newsletter

 

Contato

Dados do mapa
Dados cartográficos ©2015 Google
Dados do mapaDados cartográficos ©2015 Google
Dados cartográficos ©2015 Google